• Luiz Argollo

A Bruxinha Amiga


“Uma personagem com estas características fez parte dos sonhos e devaneios de muita gente, poucos tiveram a oportunidade de conviver com um Ser deste porte...”.

Nasceu Sumaya, com o estigma de superdotada e parecia se sentir extremamente confortável e feliz quando assustava as pessoas ao seu redor com suas previsões futuristas. Embora pouco acostumados com suas manifestações, muitos a consideravam fantástica, extraordinária. Ela era o máximo.

Não era necessário forçar absolutamente nada, a impressão que passava é que ela estaria conectada num outro plano de vida mais elevado, lendo as informações num script imaginário que só ela tinha conhecimento e acesso. Mais do que obrigação ou dever, entendia que era sua função repassar as informações de forma clara e transparente.

Com absoluta convicção, ela relatava a todos ao seu redor que uma pessoa distante bateria à porta em alguns minutos e que era necessário estar preparado para recebe-la, pois viera de muito longe, estaria cansada e trazia uma notícia importante e aguardada para o bem estar geral.

Cenas virtuais dantescas faziam parte de suas vivências e impressionava até aos mais incrédulos, muitos em algum momento chegaram a duvidar do que estavam ouvindo e, quando foram envolvidos na trama que se desenrolava, acabavam se rendendo às evidências, totalmente.

O que traduzia as ações virtuais era a imensa capacidade de desdobramento que a jovem tinha, ou seja, estava em mais de um plano simultaneamente, e como conseguia compreender este posicionamento e estava preparada para ser um instrumento fiel das realidades envolvidas, exercitava seu papel divinamente, digna de elogios até dos mais céticos.

Em outros momentos, também de forma descontraída e cheia de estilo, informava a quem quisesse ouvir que um fato inusitado aconteceria na rua próxima à sua casa para deleite da maioria dos plebeus que transitavam por ela naquele momento. Numa destas situações, um caminhão cheio de vassouras de bruxa, aquela bem encorpada, virou espetacularmente e despejou a carga por grande parte da via pública.

Como era conhecida como bruxa, o sentido real do apetrecho que se espalhou era usado por ela em muitas situações para visitar seus parentes e amigos, ainda que virtualmente.

Mas não era só de frivolidades e coisas sem noção que Sumaya se ocupava. Embora muito jovem, era conhecida e respeitada como a Médium que enxergava longe e era capaz de relatar o tamanho dos problemas daqueles que insistentemente iam ao seu encontro como último refúgio e desesperadamente pedindo ajuda.

Suas palavras de conforto significavam um enorme alívio para as pessoas que a procuravam. Muitas delas sem esperança de melhores dias e praticamente vegetando em função de suas atitudes irrefletidas.

Ao ouvir suas explanações, quantos não puderam se encontrar no horizonte onde estavam perdidos e tiveram a chance de mudar seus rumos e direções, construindo um novo e precioso momento em suas vidas.

Não foram poucos que se sentiram agradecidos por terem tido a oportunidade de reciclar seus conhecimentos, pensamentos e atos e voltarem à vida com as orientações seguras daquela que, embora jovem, tinha muitas lições a ensinar e demonstrar.

Muitos deles, se achavam donos de suas verdades e capazes de sozinhos construírem seus destinos e, quem sabe, se necessário, modifica-los ao gosto deles, sem interferências de nenhuma ordem.

Um número incontável de pessoas tiveram a chance de estar com ela e ouvir com atenção as análises pontuais que fazia como se as conhecessem de longa data e tivessem uma afinidade construída durante longos anos. Na verdade, o primeiro e único contato tinha se estabelecido pouco tempo atrás.

Sumaya faz parte de um grupo seleto de seres especialmente treinados para colaborar decisivamente na Evolução do Planeta Terra. Foi preparada durante muito tempo e está em fase de adaptação dos compromissos que realmente tem condições de assumir e dar conta.

Vai continuar esparramando sua sabedoria pela vida afora... Ela faz parte de um Universo em Expansão, com centenas de milhares de atores que se revezam em seus papéis para conseguir a interação e compreensão necessárias.

Se você ainda não teve a oportunidade de conviver com ela ou com os instrumentos que usa para ajudar os que estão à sua volta, não fique triste ou perca a esperança, muito provavelmente, ela deverá cruzar o seu caminho cheia de novidades e, quem sabe, ajudar a modificar totalmente sua trajetória de vida.


3º Lugar no 2º Concurso de Contos e Crônicas da Cidade de Ourinhos, em 2019, Categoria Adulto.










59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Universo