• Luiz Argollo

Universo




“O que é Deus? ...Agente Inspirador e Condutor das Múltiplas Viagens de Todos Nós...”.


Nas inúmeras concepções filosóficas e religiosas que existem ou são permanentemente criadas neste Planeta, a ideia de um Líder Supremo parece ser uma unanimidade e poucos são aqueles que discordam desta tese.

No entanto, várias delas defendem, incondicionalmente, que esse suposto líder tenha o formato humano e esteja muito próximo de nós no dia a dia. Outras, entretanto, que defendem princípios espiritualistas por excelência, compreendem de outra forma e, pelo que vem demonstrando vários estudos, sugerem que o Deus que acreditamos seja uma Energia que vibra em todo o Universo, uma força poderosa.

Discussões filosóficas e crenças à parte, tenho observado que precisamos estudar mais o Universo em que fomos colocados pela necessidade que temos de Apreender algo importante, para entender as finalidades dessa e de outras passagens e que estejamos prontos para compreender, de fato, nossos papeis, trabalhando e contribuindo, vigorosamente, para que este Espaço chamado Terra alcance o estágio ao qual foi devidamente projetado pelo Deus que acreditamos.

Dentro da hipótese de existir um Criador que transcenda o Plano onde nos encontramos, parece razoável admitir que este Ser que nos projetou esteja anos luz à nossa frente, portanto, pode prever, antecipadamente e sem erro, nossas passagens, nossos vícios, nossos enganos, enfim, os desafios que não conseguimos administrar ou dar conta e, principalmente, as consequências diretas e indiretas de nossas presentes e futuras atuações.

Nesta análise, temos que compreender que somos, apenas e tão somente, seres que foram colocados para experimentar estágios primários, secundários e terciários de Evolução, para que fossemos despojados dos eternos vícios de momentos anteriores, assimilando, de verdade, as necessidades e os objetivos da presente passagem.

Nas múltiplas jornadas, ficou estabelecido que alguns mecanismos seriam necessários desenvolver, como a humildade, solidariedade e respeito, enfim, o Amor em toda a sua complexidade e extensão, condições mais que suficientes para vencer os receios e medos visando instalar, dentro de cada um de nós, patamares sólidos de conhecimento para que alcançássemos a necessária e tão fundamental Evolução.

Segundo a previsão inicial, cinco estágios básicos foram criados para que pudéssemos ir assumindo paulatinamente. Nessa escalada, recebemos todo o suporte necessário e uma condição extra: livre-arbítrio, ou seja, cada um deve administrar à sua maneira o formato de desenvolvimento que mais se adequar à sua realidade. Quanto mais rápido o entendimento e a mudança de postura, tende a ficar mais fácil o caminhar e diminuir a estrada que precisamos percorrer.

Estamos prestes a atingir o Terceiro Estágio, após, outros dois terão que ser assimilados e vencidos, depois de muita luta e outros tantos sacrifícios necessários. Nesta trajetória, ainda observamos muitos irmãos queridos sofrendo terrivelmente por questionarem o método, achando ser inadequado e não estarem, ainda, preparados para vivenciar os novos momentos.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo